segunda-feira, 2 de junho de 2008

A Saga do Varão.



Pois bem, vcs já sabem que no sábado saí bem cedo de casa pra ir pra aula de pilates né?Até aí eu contei, no post de ontem.

Depois da aula, deixei a minha amiga na casa dela, e fui comprar o varão da cortina do meu quarto, e umas tintas pra terminar uma obra de arte que estou fazendo.

Isso eu deveria ter postado como segundo capítulo da Série "Coisas que só acontecem comigo", mas como andaram roubando a minha idéia por aí, desisti dessa série... então vou contar as minhas desventuras misturadas nos meus posts mesmo.




Mas voltando ao assunto...


Foi cômico, eu desse tamanho, ... em plena Guilherme Schell, andando 4 quadras com uma vara (de 3 metros ) kkkk na mão, morrendo de vergonha, sem nem olhar pros lados, desviando dos pedestres, até o estacionamento. Só que o pior ainda não é isso não tá?


Ainda na loja, antes de concluir a compra , perguntei, pra vendedora se ia caber no carro, ela me perguntou qual era o carro, eu informei e ele me disse bem assim:



- Ah simmmmmmmm cabeeee... outro dia uma
cliente levou um desse tamanho e coube num KA.



Tãotáné?
Não questionei mais nada, até pq eu que sou este ser que ainda acredita no ser humano,apenas paguei , peguei a mercadoria e me fui...



Chegando no
estacionamento, o tiozinho que já estava me vendo de longe, e tava rindo da
minha cara... perguntou:




- Moça, será que
cabe? Tá certo que o carro é grande, mas não é uma kombi! (engraçadinho ele
não?)




E eu , já meio puta da vida constrangida com a situação respondi:
- Acho que sim. A vendedora me garantiu... que uma cliente colocou um desses num Ford
KA.

E o tiozinho ainda testando a minha paciência, deu uma gargalhada e disse...


- Ela disse se o KA, era conversível???





Não respondi mais nada... tipos, na hora eu torci pra ele não ser um daqueles mutantes da novela da Record, que leem os pensamentos ... sabem?


Preciso dizer que o troço não coube, e eu tive que vir com uma parte dele saindo pelo vidro do passageiro ? Desnecessário né?



Detalhe é que eu ainda precisava passar em outros lugares..
Detalhe é que o carro não trava se algum vidro estiver aberto.
Conclusão: Mais micos por vir...



Ainda sem sair do estacionamento, entrei no carro, liguei pro meu excelentíssimo marido, que tava em casa com as crianças (jogando vídeo-game)... pra buscar algum tipo de solução, algum consolo... ou sei lá, de repente só pra descontar nele a raiva que eu tava da vendedora, e do tiozinho do estacionamento que tinha tirado sarro da minha cara e...



tanã tananã tananã, tanã tananã tananã...Após o sinal, diga seu nome... e a cidade de onde está falando:



- Oi Té... td bem?
(Eu)

- Tudo, já tá vindo???
(Ele)

- Na verdade, to com um
probleminha... To aqui no estacionamento, comprei o varão, mas ele não coube todo no carro... e blá blá blá... Que que eu faço?

- Ué? Eu que sei??? (Ele , respondeu... todo solidário)


- Tava pensando? Acho que eu vou pra casa... já to dolorida da aula, mais tarde você vem no mercado pra mim, enquanto eu preparo as coisas do jantarzinho... e amanhã a gente vai lá no shopping faz o que tem que fazer!(Eu)


- Nem fudendo*... aonde vc tava até agora? Que lerdeza Dani, vc tem que ser mais dinâmica, já fez as unhas? Comprou a ração do Bud? Lavou o carro? Pegou o cobertor na lavanderia? O Combinado era que vc ia fazer isso, eu vou ficar aqui com as crianças, vc sabe que eu odeio ir no supermercado sozinho, e amanhã?Eu ? No shopping? de jeito nenhum...e blá blá blá ( Ele)


Desliguei... pra não pedir o divórcio, e pensei... Sorte a dele que eu agora sou uma pessoa Zen, praticante de Pilates, ai se fosse em outros tempos(ontem) ...



E como para o que não se tem remédio, remediado está resolvi engatar a primeira, e tocar adiante, fui ao shopping, tenho amizade há anos com a mocinha da Wall Street, vou pedir pra deixar o varão lá enquanto faço as minhas unhas, depois almoço, passo no banco... cheguei lá...e a menina que eu conheço não tava, só tava uma outra nova, antipáticazinha até dizer chega... pedi pra deixar lá, e ela fez cara de poucos amigos... Pra não ficar tão chato, acabei comprando até um quadro,pra ver se melhorava o humor da vendedora, depois larguei o trambolho lá , junto com o quadro , e fui!


Deu tudo errado. Eu tava atrasada pra fazer as unhas, e perdi o meu horário... o banco tinha uma fila enorme, e eu desisti, ainda por cima perdi a fome... Bom, pelo menos a Mariana iria ganhar um quadro pro quarto dela né?




- Moça, dá meu varão (???) aí que eu vou embora !


Atravessei todo o estacionamento do shopping lotado, desviando das pessoas e dos carros. Guardei de volta , o troço, e me mandei pro Supermercado.


Primeiro achei qeu devia deixar no pet shop, onde eu compro a ração do Bud, depois pensei melhor... vou deixar no Balcão de Informações...



- Oi, td bem??? Meninas... eu comprei esse negócio... não cabe todo no carro... o carro não fecha com o vidro aberto... e blá blá blá.




Tá certo que elas ficaram rindo da minha cara, mas pelo menos foram super simpáticas!


Fiz as compras, peguei a ração, almocei... peguei o varão e vim pra casa!

O Marck tava sentado do lado de fora, tomando um solzinho com o Bud, enquanto as crianças brincavam na frente da casa...

E Como o engraçadinho do meu marido perde a mulher, mas não perde a piada... a hora que eu saí do carro ele disse:



- Ê laiá hein pequena... não desgrudou da vara o dia inteiro hoje?



E eu , que perco a educação, mas não perco a piada... respondi:



- É que eu
tava louca pra chegar aqui em casa e enfiar ela no $#* %@
(censurado)





Pit Stop pra almoçar, ás 4 da tarde, no Hollywood Café que eu amo de paixão. É um café que tem no próprio supermercado, que é tipo um shopping. Esse café é inspirado em cinema, a decoração toda é muito bacana!


Meu almoço, 1 quiche de frango com palmito + 1 coca-light com 3 pedrinhas de gelo!
Tá dando pra ver aí atrás da minha bolsa, o carrinho de supermercado???
Agora que eu tenho o cabo pra baixar as fotos do meu celular ninguém mais me segura hihihi!

*Explicando o asterisco, e aproveitando pra lançar uma nova modalidade de post !

Manias Maridísticas.

Téti... vamos almoçar em tal lugar hoje? AH NÃO !

Mô, quer comer uma frutinha? NÃO.

Marck, traz mc que eu não vou fazer janta! EU NÃO!

Vou com a fulana no cinema hoje á tarde tá? VAI NÃO!

É mania dele, sempre uma negativa... pra depois dizer Sim! Acho que ele pensa que é charme, ser meio chatinho assim. E mesmo quando ele diz não, eu me arrumo pra almoçar, ou eu levo a frutinha e ele come... pq eu sei que esse não quer dizer um sim, no máximo... talvez. Nunca NÃO!

Só que é assim... quando ele diz * Nem fudendo... aí esquece !

Exemplo:

Té, vou dar embora essa sua camisa velha do corinthians, já que vc já tem 767 novas tá? R. NEM FUDENDO

Amor, compra um Sony Vaio lilás pra mim? R. NEM FUDENDO

Marck, quer suco de maracujá? (Ele odeia) R. NEM FUDENDO

Ou seja, o nem fu*** dele significa : NÃO MESMO!

Entenderam????

PS 2. Os palavrões serão deletados deste blog a seguir, até pq mesmo não parecendo muito, isso aqui é um blog de família , meu pai lê e disse que fica horrorizado, pq eu tenho usado palavras de baixo calão, e que ele nunca me ensinou isso, e que eu devo estar aprendendo com o Marck, que é homem e pode falar, pq homem pode, mas pra mulher fica feio e blá blá blá... bota aí mais meia hora de sermão por telefone ontem, ainda bem que de domingo DDD é mais barato!

Nenhum comentário: